Thales eSecurity News Release

HSM da Thales recebe certificação do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação

O módulo de segurança criptográfico Thales está certificado para ser utilizado com o ICP Brasil – Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira

Thales, líder em sistemas de informação e segurança da comunicação, anuncia que o seu Connect Módulos de Segurança em Hardware (do inglês Hardware Security Module – HSM) está agora certificado pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI). Autoridades de Certificação (CAs), bancos e departamentos públicos podem agora usufruir da performance superior e facilidade de uso dos HSMs líderes do mercado da Thales com a confiança de que agora estão totalmente certificados pelas mais restritas normas de segurança nacional e internacional.

A Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (PKI) – ICP Brasil – oferece um serviço confiável que permite as organizações brasileiras validar a autenticidade e integridade de documentos eletrônicos e transações com o nível de segurança suficiente para ser utillizado como prova judicial e procedimentos legais. O ICP Brasil e o ITI tem criado um novo padrão, baseado no FIPS 140-2, um padrão de segurança altamente respeitado pelo governo americano e usado para credenciar módulos de segurança criptográficos. Além disso, regulamentações correspondentes agora exigem que todas as entidades que interagem com a ICP – Brasil utilizem somente produtos aprovados pelo ITI. Desde o dia 30 de Junho de 2012, somente produtos com a aprovação do ITI podem ser utilizados como parte do PKI nacional.

“Os benefícios de um PKI nacional somente podem ser alcançados se o sistema for confiável. Confiar nas assinaturas digitais e nos documentos e transações que elas protegem requer um alto nível de confiança de que as assinaturas não podem ser manipuladas or falsificadas. Com a introdução da certificação do ITI para HSMs de alta segurança, o ICP Brasil tem estabelecido uma referência confiável para assinaturas digitais que possuem um poder legal”, comenta Cindy Provin, presidente das Americas, Thales eSecurity. “A Thales por muito tempo tem investido nas melhores práticas e padrões da indústria e receber a certificação do ITI no Brasil demonstra o nosso compromisso não somente em atingir os mais altos padrões de segurança, mas também em investir no mercado brasileiro”.

“A Thales tem demonstrado com sucesso que o seu HSM Connect 500 e 6000 são compatível com os níveis de certificação NSH2 e NSF2 do ITI para uso dentro da cadeia ICP Brasil. A Thales é uma fabricante global de HSM que recebeu a nova certificação do ITI, o que significa um importante componente para o estabelecimento de um sistema nacional que garanta a segurança necessária na era digital”, comenta o Dr. Adilson Guelfi, Gerente de Certificação do Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico (LSI-TEC).

As violações de dados famosas como o ataque na Autoridade de Certificação DigiNotar, na Holanda, tem impactado a confiança nos sistemas baseados em PKI. Equipamentos de segurança como a família de HSMs Thales oferecem um ambiente inviolável, que protege contra roubo e uso indevido das chaves criptográficas críticas para a segurança e para o suporte de todos os elementos de um PKI confiável. A emissão e revogação de certificados e os serviços de assinatura requerem uma proteção efetiva das chaves a longo tempo, processos e aplicações que tem se tornado cada vez mais importante na segurança de uma infraestrutura nacional crítica e do comércio.